Educação para a Carreira e a formação inicial de professores para a educação básica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26514/inter.v12i35.5426

Palavras-chave:

Educação para a Carreira, Formação de Professores, Orientação Profissional, Educação Básica.

Resumo

Programas de Educação para a Carreira (EC) na educação básica podem auxiliar as pessoas na construção de suas carreiras e na compreensão das relações de trabalho. Seu desenvolvimento implica, contudo, na formação dos professores para atuar com esse tema. Essa pesquisa buscou analisar em que medida os atuais currículos dos cursos de formação inicial de professores oferecem subsídios para que os professores participem em programas de Educação para a Carreira na educação básica. Desenvolveu-se a partir da apropriação crítica de teorias da Orientação Profissional, em diálogo com os fundamentos da pedagogia histórico cultural. Está organizada na forma de um estudo de caso multicasos, com abordagem predominantemente qualitativa. Foram estudados os cursos de Letras e Pedagogia de duas universidades localizadas na cidade de Chapecó (SC). A coleta de dados envolveu análise documental, entrevista e levantamento do tipo survey. Para a análise dos resultados, utilizou-se a análise de conteúdo e a estatística descritiva. Os resultados apontam a existência componentes curriculares que subsidiam, em parte, a intervenção dos professores em programas de EC. Apenas 39% dos estudantes indicam ter estudado 70% ou mais dos temas que subsidiam a EC. Majoritariamente, os estudantes sentem-se pouco preparados para contribuir com projetos de EC na escola.

Palavras-chave: Educação para a Carreira. Formação de Professores. Orientação Profissional. Educação Básica.

Biografia do Autor

Sandy Carla Pilatti, Universidade Comunitária da Região de Chapecó (UNOCHAPECÓ)

Bacharel em Psicologia, Mestranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação da Universidade Comunitária da Região de Chapecó (UNOCHAPECÓ), Chapecó, Santa Catarina, Brasil.

Odilon Luiz Poli, Universidade Comunitária da Região de Chapecó (UNOCHAPECÓ)

Doutor em Educação, professor do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação, Universidade Comunitária da Região de Chapecó (UNOCHAPECÓ), Chapecó, Santa Catarina, Brasil.

Referências

ALBANESE, Luciana. Um modelo de orientação profissional em grupo na escola pública. In: LEVENFUS, Rosane Schotgues (Org.). Orientação vocacional e de carreira em contextos clínicos e educativos. Porto Alegre: Artmed, 2016. p. 76-96.

ANASTASIOU, Leá das Graças Camargos. Ensinar, aprender, apreender e processos de ensinagem. In: ______; ALVES, Leonir Pessate (Org.). Processos de ensinagem na universidade: pressupostos para as estratégias de trabalho em aula. Joinville, SC: UNIVILLE, 2006. p. 14-44.

ANTUNES, Ricardo. O privilégio da servidão: o novo proletariado de serviços da era digital. São Paulo: Boitempo, 2018.

ARAÚJO, Alexandra; TAVEIRA, Maria do Céu. Study of career development in children from a developmental contextual perspective. European Journal of Education and Psychology, Braga, v. 2, n 1, p. 49-67, jun. 2009. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/45259245_Study_of_career_development_in_children_from_a_developmental-contextual_perspective_Estudio_del_desarrollo_de_la_orientacion_vocacional_en_la_infancia_desde_la_perspectiva_evolutivo-contextual>. Acesso em: 7 fev. 2019.

BARDAGI, Marucia Patta. A abordagem cognitiva-evolutiva do desenvolvimento vocacional. In: LEVENFUS, Rosane Schotgues; SOARES, Dulce Helena Penna (Org.). Orientação vocacional ocupacional. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010. p. 95-105.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2008.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade Líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília: MEC, 2017. Disponível em: <http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf>. Acesso em: 25 maio 2020.

______. ______. Resolução CNE /CP n. 2, de 20 de dezembro de 2019. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação Inicial de professores para a Educação Básica e institui a Base Nacional Comum para a Formação Inicial de Professores da Educação Básica (BNC-Formação). Brasília: MEC, 2019.

______. Presidência da República. Lei n. 12.881, de 12 de dezembro de 2013. Dispõe sobre a definição, qualificação, prerrogativas e finalidades das Instituições Comunitárias de Educação Superior – ICES, disciplina o Termo de Parceria e dá outras providências. Brasília: Presidência da República, 2013. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2013/lei/l12881.htm>. Acesso em: 27 jul. 2020.

DUARTE, Maria Eduarda et al. A construção da vida: um novo paradigma para entender a carreira no século XXI. Interamerican Journal of Psychology, Porto Alegre, v. 44, n. 2, p. 392-406, 2010. Disponível em: <https://www.redalyc.org/pdf/284/28420641020.pdf>. Acesso em: 25 jul. 2020.

FIRMINO, Maria José de Almeida Caetano de Souza. Testes de hipóteses: uma abordagem não paramétrica. 2015. 107 f. Dissertação (Mestrado em Matemática para professores) – Faculdade de Ciências, Universidade de Lisboa, Portugal, 2015.

FONTES, Virgínia. Capitalismo em tempos de uberização: do emprego ao trabalho. Marx e o Marxismo, Rio de Janeiro, v. 5, n. 8, p. 45-67, jan./jun. 2017. Disponível em: <http://www.niepmarx.blog.br/revistadoniep/index.php/MM/article/view/220/177>. Acesso em: 27 jul. 2020.

FRIGOTTO, Gaudêncio. Educação omnilateral. In: CALDART, Roseli Salete et al. (Org.). Dicionário da educação do campo. Rio de Janeiro: Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio; São Paulo: Expressão Popular, 2012.

GRAMSCI, Antonio. Os intelectuais e a organização da cultura. 8. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1989.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Metodologia científica. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2017.

LIBÂNEO, José Carlos. Didática. São Paulo: Cortes, 1994.

MÉSZÁROS, István. A educação para além do capital. 2. ed. São Paulo: Boitempo, 2008.

MOCHCOVITCH, Luna Galano. Gramsci e a escola. 3. ed. São Paulo: Ática, 2004.

MUNHOZ, Izildinha Maria Silva. Educação para a carreira e representações sociais de professores: limites e possibilidades na educação básica. 2010. 363 f. Tese (Doutorado em Psicologia) – Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2010.

MUNHOZ, Izildinha Maria Silva; MELO-SILVA, Lucy Leal; AUDIBERT, Alyane. Educação para a carreira: pistas para intervenções na educação básica. In: LEVENFUS, Rosane Schotgues (Org.). Orientação vocacional e de carreira em contextos clínicos e educativos. Porto Alegre: Artmed, 2016.

RIBEIRO, Marcelo Afonso et al. Ser adolescente no século XXI. In: LEVENFUS, Rosane Schotgues (Org.). Orientação vocacional e de carreira em contextos clínicos e educativos. Porto Alegre: Artmed, 2016.

RIBEIRO, Marcelo Afonso; DUARTE, Maria Eduarda. O paradigma Life Design: teoria, investigação e intervenção. In: RIBEIRO, Marcelo Afonso; TEIXEIRA, Marco Antônio Pereira; DUARTE, Maria Eduarda (Org.). Life Design: um paradigma contemporâneo em orientação profissional e de carreira. São Paulo: Vetor, 2019.

SAVIANI, Dermeval. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. 7. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2000.

SILVA, Amanda Moreira da. A uberização do trabalho docente no Brasil: uma tendência de precarização no século XXI. Trabalho Necessário, Rio de Janeiro, v. 17, n. 34, p. 229-251, set./dez. 2019. DOI: https://doi.org/10.22409/tn.17i34.p38053.

SUPER, Donald E.; SAVICKAS, Mark. L.; SUPER, Charles. M. The life-span, life-space approach to careers. In: BROWN, Duane; BROOKS, Linda (Ed.). Carrer choice and development. 3. ed. San Francisco: Jossey-Bass, 1996. p. 121-178.

UVALDO, Maria da Conceição Coropos; SILVA, Fabiano Fonseca da. Escola e escolha profissional: um olhar sobre a construção de projetos profissionais. In: LEVENFUS, Rosane Schotgues; SOARES, Dulce Helena Penna (Org.). Orientação vocacional ocupacional. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010. p. 82-91.

VALORE, Luciana Albanese. Orientação profissional em grupo na escola pública: direções possíveis, desafios necessários. In: LEVENFUS, Rosane Schotgues; SOARES, Dulce Helena Penna (Org.). Orientação vocacional ocupacional. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010. p. 65-79.

Downloads

Publicado

02/11/2021

Como Citar

Pilatti, S. C., & Poli, O. L. (2021). Educação para a Carreira e a formação inicial de professores para a educação básica. INTERFACES DA EDUCAÇÃO, 12(35), 583–607. https://doi.org/10.26514/inter.v12i35.5426