Educação integral (e)m tempo integral e o Programa Mumbuca Futuro em Maricá

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26514/inter.v12i35.6022

Palavras-chave:

Tempo Integral, Educação Popular, Economia Solidária,

Resumo

Este artigo apresenta a interseção da experiência da educação integral em tempo integral com o Programa Mumbuca Futuro (PMF), programa de governo da Secretaria de Economia Solidária de Maricá em parceria com a Secretaria Municipal de Educação. A partir dessa experiência intersetorial entre as duas secretarias, o PMF compôs a Educação Integral em Tempo Integral já em curso no Município em algumas escolas. Temos como premissa que essa articulação potencializa a proposta de formação integral dos estudantes, possibilitando formação crítica e emancipatória. A metodologia utilizada foi o estudo de caso, utilizando-se da análise documental dos relatórios produzidos após as aulas do PMF e conversas com informantes-chave. Tal articulação trouxe contribuições na qualificação do olhar crítico dos estudantes sobre o território e o desenvolvimento econômico local, além de possibilitar aos estudantes um aprendizado pautado na objetividade e subjetividade da práxis, dinamizado pela Educação Popular.

Biografia do Autor

Ranulfo Cavalari Neto

Mestre em Saúde Coletiva (ISC/UFF), Licenciado e Bacharel em Educação Física (UEG/Universo), professor da rede municipal de educação de Maricá e assessor pedagógico do PROMETI/Secretaria Municipal de Educação-Maricá/RJ.

Thaís Cristina Souza de Oliveira

Mestre em Tecnologia para o Desenvolvimento Social pelo NIDES/UFRJ e Bacharel em Administração pela UFRJ e Orientadora Educacional no Programa Mumbuca Futuro.

Rayanne de Medeiros Gonçalves

Cientista Social pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e  mestra em Ciências Sociais pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, Agricultura, Desenvolvimento e Sociedade (CPDA/UFRRJ) e Orientadora Educacional em Educação Popular e Economia Solidária no Programa Mumbuca Futuro.

Referências

AZEVEDO, J. L. de. A Educação como política pública. 3ª Ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2004.

BRANDÃO, C. R.; ASSUMPÇÃO, R. Cultura rebelde: escritos sobre a educação popular ontem e agora. São Paulo: Editora e Livraria Paulo Freire, 2009.

BRASIL. Decreto nº 6.253, de 13 de novembro de 2007. Dispõe sobre o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação - FUNDEB, regulamenta a Lei no 11.494, de 20 de junho de 2007, e dá outras providências. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/decreto/d6253.htm Acessado em 20 de mar. de 2021.

CALBINO, D. Em busca de contribuições para a gestão na Economia Solidária: um estudo a partir da literatura e do caso Cecosesola. Tese (Doutorado em Administração) – Faculdade de Ciências Econômicas, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2013.

CAVALIERE, A. M. Tempo de escola e qualidade na educação pública. Educ. Soc., Campinas , v. 28, n. 100, p. 1015-1035, Out. 2007 . Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302007000300018&lng=en&nrm=iso>. Acessado em 14 Mar. 2021.

COELHO, L. M. C. da C. História(s) da educação integral. Em Aberto, Brasília, v. 22, n. 80, p. 83-96, abr. 2009. Disponível em http://rbep.inep.gov.br/ojs3/index.php/emaberto/article/view/2420/2159 Acessado em 14 Mar. 2021.

CORRAGIO, J. L. ¿Qué es lo económico y que es otra política? In: LIANZA, S.; HENRIQUES, F. C. (Org.). A economia solidária na América Latina: realidades nacionais e po líticas públicas. Rio de Janeiro: Pró Reitoria de Extensão Ufrj, 2012. p. 21-46.

DOWBOR, L. Educação e apropriação da realidade local. Estudos Avançados, São Paulo, v. 21, n. 60, pp. 75-92, 2007.

FIGUEIREDO, N. M. A. Método e metodologia na pesquisa científica. 2a ed. São Caetano do Sul, São Paulo, Yendis Editora, 2007.

FRANÇA FILHO, G. C.. Teoria e prática em economia solidária: Problemática, desafios e vocação. Civitas, Porto Alegre, v. 7, n. 1, p.155-174, jan-jun, 2007.

FREIRE, P. Criando métodos de pesquisa alternativa: aprendendo a fazê-la melhor através da ação. In: Brandão, C.R. Pesquisa participante, 8 ed., Brasiliense, São Paulo, Brasil, 2006, 34-41.

GOMES, C. A. A escola de qualidade para todos: abrindo as camadas da cebola. Ensaio, Rio de Janeiro, v. 13, n. 48, p. 281-306, jul./set. 2005.

GONÇALVES, R; OLIVEIRA, T. Economia solidária e educação popular: a experiência do Mumbuca Futuro nas escolas municipais de Maricá. Rio de Janeiro, Maricá. No prelo. Editora IDR, 2021.

HAESBAERT, R. O mito da desterritorialização: do “fim dos territórios” à multi-territorialidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2007.

HOFLING, E. de M. Estado e políticas (públicas) sociais. Cad. CEDES, Campinas , v. 21, n. 55, p. 30-41, Nov. 2001. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622001000300003&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 05 Mar. 2021.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA, 2000. Resultado dos Dados Preliminares do Censo – 2000. Disponível em:https://cidades.ibge.gov.br/brasil/rj/marica/panorama Acesso em: 20/02/2021.

LAPORTE, A. L; et al. Encantar a vida com a educação popular e a economia solidária. Porto Alegre: Edipucrs, 2017.

MAY, T. Pesquisa social: questões, métodos e processo. Porto Alegre, Artmed, 2004.

MÉSZÁROS, I. (1930) A educação para além do capital. Tradução Isa Tavares - 2 ed. - São Paulo: Boitempo, 2008. - (Mundo do Trabalho).

NASCIMENTO, C. A autogestão e o novo cooperativismo. Texto para discussão da Secretaria de Economia Solidária do Ministério do Trabalho e Emprego, 2004.

NÓVOA, A. (Coord.). As organizações escolares em análise. Lisboa: Dom Quixote, 1995.

OLIVEIRA, T. C. S. Gestão de Empreendimentos Econômicos Solidários: a experiência das incubadoras tecnológicas de economia solidária. 2018. 124 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Tecnologia Para O Desenvolvimento Social, Programa de Pós-Graduação em Tecnologia Para O Desenvolvimento Social, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2018.

SCHENSUL, J. J. Key informants. In B. A. Norman (Ed), Encyclopedia of health & behavior (Vol. 1, pp.569-571). Thousand Oaks: Sage Publications, 2004.

SINGER, P. Introdução a Economia Solidária. 1 ed. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2002, 127 p

Downloads

Publicado

02/11/2021

Como Citar

Cavalari Neto, R., Oliveira, T. C. S. de, & Gonçalves, R. de M. (2021). Educação integral (e)m tempo integral e o Programa Mumbuca Futuro em Maricá. INTERFACES DA EDUCAÇÃO, 12(35), 719–744. https://doi.org/10.26514/inter.v12i35.6022