O trabalho pedagógico e sua relação com a constituição da memória: implicações no ser e no constituir-se professor

Autores

  • Tamini Wyzykowski Mestranda do Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Educação nas Ciências da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUÍ. Bolsista CAPES
  • Marli Dallagnol Frison Professora do Departamento de Ciências da Vida e do Programa de Pós-Graduação em Educação nas Ciências da Unijuí. Mestre e doutora em Educação. Pós-Doutoranda pelo Programa de Pós-Doutorado da Unesp. Membro do Grupo Interdepartamental de Pesquisa sobre Educação em Ciências – Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul – Unijuí.

Palavras-chave:

Memória. Trabalho pedagógico. Constituição docente.

Resumo

Neste texto socializamos reflexões acerca do trabalho pedagógico e sua relação com a constituição da memória. O objetivo foi depreender indícios de eventos memorizados por professores em formação inicial que possibilitem reconhecer suas compreensões sobre a docência, decorrentes doprocesso educativo experienciado. A pesquisa é qualitativa e se insere na modalidade Estudo de Caso. Os dados foram obtidos a partir da análise de narrativas descritas em diários de bordo por licenciandos em Ciências Biológicas. As categorias discutidas foram: memórias de formação escolar, trabalho pedagógico e constituição docente. A organização dos dados considerou os fundamentos da Análise Textual Discursiva. A análise e interpretação dos mesmos foram feitas com apoio de teóricos daperspectiva Histórico-Cultural e da Formação de Professores. Os resultados mostram que a reflexão pode guiar esses sujeitos à significação de ideários de ensino e docência, à condução e transformação de seu trabalho pedagógico e a sua própria constituição profissional.

Biografia do Autor

Tamini Wyzykowski, Mestranda do Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Educação nas Ciências da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - UNIJUÍ. Bolsista CAPES

Graduada em Licenciatura em Ciências Biológicas (2014) pela Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS, Campus Cerro Largo - RS. Atualmente é mestranda do Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Educação nas Ciências da Universidade Regional do Noroeste do Rio Grande do Sul - UNIJUÍ e Bolsista CAPES. Tem experiência de pesquisa sobre Formação de Professores e Ensino de Ciências e Biologia.

Marli Dallagnol Frison, Professora do Departamento de Ciências da Vida e do Programa de Pós-Graduação em Educação nas Ciências da Unijuí. Mestre e doutora em Educação. Pós-Doutoranda pelo Programa de Pós-Doutorado da Unesp. Membro do Grupo Interdepartamental de Pesquisa sobre Educação em Ciências – Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul – Unijuí.

Possui graduação em Ciências - Licenciatura de 1º Grau (1982) e Licenciatura Plena em Química (1984) pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (Unijuí). É Especialista em Química (1985) e Mestre em Educação nas Ciências Área: Química (1999) pela Unijuí. É Doutora em Educação em Ciências, pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências: Química da Vida e Saúde pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2012). Atua como docente Associado da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul. Desenvolve atividades de ensino, pesquisa, extensão e administração. No ensino atua em disciplinas de Química, Pesquisa em Ensino de Ciências e Estágio Curricular Supervisionado em Ciências e em Química. As atividades de pesquisas focalizam a Formação Inicial e Continuada de professores em Ciências Naturais e o Desenvolvimento de Currículo em Ciências Naturais

Downloads

Publicado

2016-03-27

Como Citar

Wyzykowski, T., & Dallagnol Frison, M. (2016). O trabalho pedagógico e sua relação com a constituição da memória: implicações no ser e no constituir-se professor. INTERFACES DA EDUCAÇÃO, 6(18), 44–66. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/interfaces/article/view/766