A RELAÇÃO ENTRE SEXUALIDADE E DEFICIÊNCIA INTELECTUAL NA ATUAÇÃO DE PROFESSORES

Visualizações: 547

Autores

  • Valdirene Alves Ferreira de Oliveira Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul
  • Léia Teixeira Lacerda Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS)

Palavras-chave:

Sexualidade, Deficiência intelectual, Professor, Ambiente Escolar, Vivências

Resumo

O presente artigo visa apresentar os resultados de uma pesquisa desenvolvida em uma instituição especializada de ensino sobre a abordagem da inter-relação entre sexualidade e os estudantes da Educação Especial, no processo de ensino e aprendizagem. Essa temática é desenvolvida na escola de maneira tímida pois há a necessidade de implementar cursos de formação continuada aos professores para realizar um trabalho de orientação sexual escolar. A pesquisa que originou este texto buscou tornar o assunto sexualidade, menos complexo e carregado de tabus, pois é uma dimensão que faz parte da vida ser humano, tendo ele deficiência intelectual ou não. O texto apresenta reflexões sobre alguns conceitos, refletir e evidenciar a sua importância no processo educativo, a fim de desmistificar tabus ligados à sexualidade do estudante com deficiência intelectual, bem como descrever como essa sexualidade é vivenciada no espaço escolar. Os procedimentos teóricos metodológicos foram organizados na perspectiva bibliográfica com a aplicação de um questionário para a produção de dados sobre a educação sexual. Os resultados evidenciam que, é necessário que os professores recebam formação adequada para trabalharem com essa temática de modo que percebam a importância de desenvolver no processo pedagógico a educação sexual do estudante com deficiência intelectual.

Biografia do Autor

Valdirene Alves Ferreira de Oliveira, Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul

Professora de Língua Portuguesa na Escola Especial Raio de Sol (Associação Pestalozzi de Campo Grande).

Especialista em Educação Especial pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS). Curso: Pós-Graduação Lato–Sensu em Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. 

 

 

Referências

BASTOS, Olga Maria; DESLANDES, Suely Ferreira. Sexualidade e o adolescente com deficiência mental: uma revisão bibliográfica. Ciênc. Saúde coletiva [online]. 2005, Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232005000200017>. Acesso 02/07/2018.

BRAGA, Eliane R. Maio. Educação sexual e escola. In: Informativo UEM. Ano IV, nº 853, 11/02/2009. Disponível em: <http://www.informativo.uem.br/novo/index.php?option=com_content&view=article&id=2287:educa-sexual-e-escola&catid=120: informativo-853&Itemid=40>. Acesso 02/07/2018.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiro e quarto ciclos: apresentação dos temas transversais. Ministério da Educação e Cultura. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998.

________. Parâmetros curriculares nacionais: Pluralidade Cultural: Orientação Sexual. Ministério da Educação e Cultura. Secretaria de Educação Fundamental. 2 ed. Rio de Janeiro: DP&A, MEC/SEF, 2000.

DIAS, Sueli de Souza. O sujeito por trás do rótulo: significações de si em narrativas de estudantes de ensino médio com indicação de deficiência mental. Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília. Brasília: DF, 2004.

EGYPTO, Antônio Carlos. (Org.) Orientação sexual na escola: um projeto apaixonante. São Paulo: Cortez, 2003.

EIZIRIK, Marisa Faermann. Diferença e exclusão. Inclusão – Revista da Educação Especial. Secretaria de Educação Especial. Brasília, DF, v.4, n.2, p. 17-23, out. 2008.

FOUCAULT, Michel. A história da sexualidade 1: a vontade de saber. 12. ed. Trad. Maria Thereza da Costa Albuquerque e J.A. Guilhon Albuquerque. Rio de Janeiro: Graal, 1997.

GLAT, R.; FERNANDES, E. M. Da educação segregada à educação inclusiva: uma breve reflexão sobre os paradigmas educacionais no contexto da educação especial brasileira. Inclusão. Revista da Educação Especial, Brasília, v. 1, n. 1, p. 35-39, out. 2005.

LEAL, Alzira Elaine Melo; SOUZA, Carlos Eduardo. Construindo o conhecimento pela pesquisa: orientação básica para elaboração de trabalhos científicos. Santa Maria: Sociedade Vicente de Paloti, 2006.

LOURO, G. L. O corpo educado: pedagogias da sexualidade. Belo Horizonte/MG: Autêntica, 2000.

MAIA, Ana Cláudia Bortolozzi; RIBEIRO, Paulo Rennes Marçal. Desfazendo mitos para minimizar o preconceito sobre a sexualidade de pessoas com deficiências. Rev. Bras. Educ. Espec., Marília, v. 16, n. 2, p. 159-176, Ago. 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S141365382010000200002&lng=en&nrm=iso>. Acesso 02/07/2018.

MAISTRO, Virginia F.; ARRUDA; Sergio de M. O contexto escolar como um lugar de construção e reflexão sobre a sexualidade. PUC/PR, 2009. Disponível em: . Acesso 02/07/2018.

NUNES, Cesar Aparecido. Desvendando a Sexualidade. 7 ed. Campinas/SP: Papirus, 2005.

NUNES, C.; SILVA, E. A educação sexual da criança: subsídios teóricos e propostas práticas para uma abordagem da sexualidade para além da transversalidade. 1ª edição. Campinas, SP: Autores Associados, 2000.

PIRES, Jose; MARTINS, Lúcia de Araújo Ramos. Por uma ética de inclusão. In: MARTINS, Lúcia de Araújo Ramos et al. (Orgs). Inclusão: compartilhando saberes. Petrópolis: Vozes, 2006, p. 29- 66.

SILVA, Marcelina Severina; SILVA, Marcelo Rodrigues da; ALVES, Maria de Fátima Paz. Sexualidade e Adolescência: É Preciso Vencer os Tabus. Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitário. Belo Horizonte: 2004. Disponível no link: <http://www.efdeportes.com/efd183/adolescencia-e-sexualidade-segundo-a-literatura.htm>. Acesso 02/07/2018.

VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente. Tradução: José Cipolla Neto, Luis Silveira Menna Barreto, Solange Castro Afeche. 4.ed. São Paulo: Martins Fontes, 1991.

______________. Obras escogidas. Tradução: Julio Guilhermo Blank. Tomo V. Fundamentos de defectologia. Madrid: Visor, 1997.

______________. Teoria e método em psicologia. Tradução: Claudia Berliner. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

Downloads

Publicado

2020-12-18

Como Citar

Alves Ferreira de Oliveira, V., & Teixeira Lacerda, L. (2020). A RELAÇÃO ENTRE SEXUALIDADE E DEFICIÊNCIA INTELECTUAL NA ATUAÇÃO DE PROFESSORES. REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO, CULTURA E LINGUAGEM, 4(7), 100–124. Recuperado de https://periodicosonline.uems.br/index.php/educacaoculturalinguagem/article/view/5704