Ensino de História e os povos indígenas

uma perspectiva decolonial a partir de Aníbal Quijano e Paulo Freire

Visualizações: 35

Autores

DOI:

https://doi.org/10.61389/inter.v14i41.7535

Palavras-chave:

Ensino de História, Eurocentrismo, Decolonialidade, Liberdade

Resumo

O texto apresenta uma discussão, considerando as contribuições de Anibal Quijano e Paulo Freire por meio dos conceitos de colonialidade do poder, eurocentrismo, opressão e autonomia, desenvolvidos por estes pensadores que fazem frente à história tradicional, oriunda da imposição ocidental, baseada na superioridade dos colonizadores que, visando à expropriação, roubo, exploração e dominação, submete os povos indígenas a uma modificação radical em seu modo de vida, suas tradições e culturas, disseminando na região a narrativa da superioridade técnica e da inferioridade indígena. Com a contribuição de pedagogia freireana, observa-se a possibilidade de mudanças curriculares no âmbito do Ensino de História e da Educação Escolar Indígena que pressupõe ser feita pelos próprios indígenas.    

Biografia do Autor

Luciana Helena de Oliveira Viceli , http://orcid.org/0000-0003-2470-5999

.

Referências

ABUD, Katia. Currículo de História e Políticas Públicas: os Programas de História do Brasil na Escola Secundária. In: BITTENCOURT, Circe (org.). O saber histórico na sala de aula. 10 ed. - São Paulo: Contexto, 2005. p. 28-41.

BITTENCOURT, Circe. Capitalismo e cidadania nas atuais propostas curriculares de História. In: BITTENCOURT, Circe (org.). O saber histórico na sala de aula. 10 ed. - São Paulo: Contexto, 2005. p. 11-27.

BRIGHENTI, Clovis Antonio. Colonialidade e decolonialidade no ensino da história e cultura indígena. In: SOUZA, F. F. WITTMANN, L. T. (org.). Protagonismo indígena na história. 1 ed. – Tubarão-SC: Copiart, 2016. p. 231-254.

FAUSTINO, Rosângela C.; GASPARIN, João Luiz. A influência do positivismo e do historicismo na educação e no ensino de história. Acta Scientiarum, Maringá, v. 23, p. 157-166, 2001.

FAUSTINO, Rosângela Célia. Política educacional nos anos de 1990: o multiculturalismo e a interculturalidade na educação escolar indígena. Tese (Doutorado em Educação) PPGE-CED/Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis/SC. 2006.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

FREIRE, Paulo. Um diálogo com Paulo Freire sobre educação indígena. In: Assembleia do Conselho Indigenista Missionário (CIMI), 8. 1982, Cuiabá. Anais […]. Cuiabá: Cimi, 1982. p. 115-151.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra. 1997.

GÂNDAVO, Pero de Magalhães. Tratado da Terra do Brasil; História da Província Santa Cruz, Belo Horizonte: Itatiaia, 1980.

GASPARELLO, A. Construindo um novo currículo de história. In: S. NIKITIUK (org.). Repensando o ensino de história. 6ª ed., São Paulo: Cortez, 2007. p. 85-100.

MARX, Karl. A assim chamada acumulação primitiva. In: O Capital – livro 1 - O processo de produção do capital, capítulo 24. Rio de Janeiro: Boitempo Editorial, 2013.

PAIM, E. A.; SOUZA, O. Decolonialidade e interculturalidade: pressupostos teórico-metodológicos para a educação das relações étnicorraciais no ensino de história. Revista Pedagógica, Chapecó, v. 20, n. 45, 2018, p. 90-112.

PEREIRA, Nilton M.; PAIM, Elison A. Para pensar o ensino de história e os passados sensíveis: contribuições do pensamento decolonial. Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 32, n. 66, p. 1229-1253, 2018.

QUIJANO, Anibal. Colonialidade, poder, globalização e democracia. Novos Rumos, Ano 17, nº 37, 2002.

QUIJANO, Anibal. Colonialidade do poder, eurocentrismo e América Latina. In: LANDER, Edgardo (org). A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais. Perspectivas latino-americanas. Colección Sur Sur, CLACSO, Ciudad Autónoma de Buenos Aires, Argentina. setembro 2005. p. 227-278.

SILVA, J. B. A. Implicação da força do eurocentrismo no currículo de um curso de licenciatura em história: que espaço é reservado à história negra e indígena? Revista Pedagógica, Chapecó, v. 20, n. 45, p. 73-89, 2018.

VICELI, Luciana H. O.; FAUSTINO, Rosângela C. Ensino de História: possibilidades de diálogos entre escola indígena e escola não indígena para a construção da interculturalidade. CLIO: Revista de Pesquisa Histórica, Recife, v. 38, n. 1, p. 128-151, 2020.

Downloads

Publicado

11-01-2024

Como Citar

Faustino, R. C., & Viceli , L. H. de O. (2024). Ensino de História e os povos indígenas: uma perspectiva decolonial a partir de Aníbal Quijano e Paulo Freire. INTERFACES DA EDUCAÇÃO, 14(41). https://doi.org/10.61389/inter.v14i41.7535

Edição

Seção

Artigos Temáticos