Princípio e Política - Uma reflexão sobre o presidencialismo de coalizão no Brasil

Natalia Carolina Rodrigues da Silva, Cleverson Daniel Dutra

Resumo


Este artigo objetiva refletir sobre o presidencialismo de coalizão observado no Brasil e suas implicâncias com a governabilidade e a democracia, bem como a relação entre os poderes do Estado, especialmente no período da redemocratização brasileira. Para alcançar tal propósito, realiza-se uma historicização da política brasileira a partir do sistema representativo; destacam-se aspectos da democracia no Brasil e do sistema de coligações partidárias; apresentam-se alguns dos desafios encontrados no atendimento a governabilidade considerando as relações entre o legislativo e o executivo; e reflete-se sobre a crise na judicialização da política brasileira. A abordagem das dificuldades enfrentadas no presidencialismo de coalização será realizada a partir das observações acerca dos desafios em conciliar ideologias partidárias distintas, além da grande corrupção nos níveis governativos, de origem histórica.


Texto completo:

PDF

Referências


ABRANCHES, Sérgio Henrique Hudson. Presidencialismo de coalizão: o dilema institucional brasileiro. Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro. vol. 31, n. 1, 1988.

ARANTES, Rogério Bastos. In: AVELAR, Lúcia; CINTRA, Antônio Octávio. (Org.). Sistema político brasileiro: uma introdução. 3.ed. Rio de Janeiro: Konrad Adenauer Stiftung. São Paulo: Editora Unesp: 2015.

AVELAR, Lúcia; CINTRA, Antônio Otávio. (Org). Sistema Político Brasiliero: uma introdução. 3. Ed. Rio de Janeiro: Konrad Adenauer Stiftung. São Paulo: Editora Unesp: 2015.

BATISTA, Mariana. O Poder no Executivo: explicações no presidencialismo, parlamentarismo e presidencialismo de coalizão. Rev. Sociol. Polit., v. 24, n. 57, 2016.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 5 de outubro de 1988. Disponível em: Acesso em: 21 jul. 2016.

CINTRA, Antônio Otávio. A política tradicional brasileira: uma interpretação das relações entre o centro e a periferia. Cadernos DCP, Belo Horizonte: UFMG, 1974.

DWORKIN, Ronal. Levando os direitos a sério. Trad. Nelson Boeira. 2.ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

FERNANDES, Cláudio. Patrimonialismo. Brasil Escola. Disponível em . Acesso em 12 de novembro de 2017.

FLEISCHER, David Verge. A composição e o funcionamento de Coligações no Brasil. In: AVELAR; CINTRA (Org) O sistema político brasileiro: uma introdução, 3.ed. Rio de Janeiro: Konrad Adenauer Stiftung. São Paulo: Editora Unesp: 2015.

FREITAS, João Paulo Ocke de. Disponível em Acesso em: 10.nov.2017.

IBGE. Estatísticas do século XX – comunicação social. Disponível em Acesso em: 09 set.2017.

LAMOUNIER, Bolívar. O que se constrói quando se constrói democracia. In: AVELAR; CINTRA (Org) SIstema político brasileiro: uma introdução, 3.ed. Rio de Janeiro: Konrad Adenauer Stiftung. São Paulo: Editora Unesp: 2015.

LEAL, Victor Nunes. Coronelismo, Enxada e Voto. 2.ed. São Paulo: Editora Alfa-Ômega: 1975.

LEITE, Glauco Costa. Corrupção Política. Belo Horizonte. Editora Del Rey, 2016.

MARTUSCELLI, Danilo Enrico. A ideologia do “presidencialismo de coalizão”. Lutas Sociais, São Paulo, n. 24, p.60-69, 1º sem. 2010.

MENDES, Gilmar Ferreira. Curso de direito constitucional. Gilmar Ferreira Mendes, Paulo Gustavo Gonet Branco. 7.ed. rev. e atual. São Paulo: Saraiva, 2012.

NICOLAU, Jairo Marconi. Multipartidarismo e democracia: um estudo sobre o sistema partidário brasileiro (1985-1994). Rio de Janeiro: Ed. FGB, 1996.

OLIVEIRA, Rafael Tomaz de. Judicialização não é sinônimo de ativismo judicial. Revista Consultor Jurídico. 2012. Disponível em Acessado em 10 de novembro de 2017.

RANCIÈRE, Jacques. O ódio à democracia. São Paulo: Boitempo, 2014.

REIS, Fábio Wanderley. As eleições em Minas Gerais. In: LAMOUNIER, Bolivar; CARDOSO, Fernando Henrique. 2.ed. Partido e eleições no Brasil. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978.

SANTOS, Wanderley Guilherme dos. Democracia. In: AVRITZER, Leonardo et al. (Org.). Corrupção: ensaios e críticas. 2.ed. Belo Horizonte: Editora UMG, 2012.

SCHIER, Paulo Ricardo. Linhas gerais do presidencialismo de coalização no Brasil e seu vínculo com a questão da corrupção. In: Palestra proferida no IV Congresso Brasil – Polônia de Direito Constitucional, realizado em Wroclaw – Polônia, entre os dias 13 e 15 de outubro de 2014. Disponível em Acesso: 22 de julho de 2017.

TATE, Chester Neal; VALLINDER, Torbjörn. The global expansion of judicional power. New York: New York University Press, 1997.

WEBER, Max. Economia y sociedad. Mexico: Fondo de Cultura Económica, 1969.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN - 2318-7034

Curso de Direito da UEMS - Unidade Universitária de Dourados

Núcleo de Estudos e Pesquisas em Direito, Estado, Constituição e Direitos Fundamentais e Humanos - UEMS